A tosse seca é sintoma da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE)?


Pacientes com DRGE podem apresentar sintomas típicos ou atípicos. Sintomas típicos são os mais comuns de serem relatados e correspondem a azia, que é a sensação de queimação (ou pirose) ou aquela sensação de o alimento ficar refluindo do estômago para boca (regurgitação), que faz muitas vezes o paciente referir como “um líquido amargo”.
Já os sintomas atípicos, também chamados de extra-esofágicos, apesar de menos frequentes, também fazem parte do diagnóstico e englobam queixas como tosse seca, dor no peito (dor torácica não cardíaca), globus faringeos (sensação de algo trancado na garganta), dentre outros sintomas.


Qual a relação da tosse seca e o refluxo?


A teoria dessa relação se dá quando o refluxo sobe acima do esôfago causando microaspiração desse conteúdo, podendo chegar à árvore brônquica, dessa forma a tosse seria um mecanismo de proteção contra o refluxo. Outra teoria propõe que a tosse também pode levar ao refluxo, o que leva a um ciclo de tosse (o ciclo da tosse-refluxo-tosse).


Quais características a tosse do refluxo pode apresentar?


Pensamos que a tosse apresenta maior relação com a DRGE quando ela ocorre depois das refeições, logo após o paciente se deitar ou na ausência de sinais de gotejamento pós-nasal.

As outras duas causas mais comuns de tosse crônica (tosse persistente após 8 semanas) são a síndrome do gotejamento pós-nasal e a asma. A avaliação de um médico especialista nessa área, como um pneumologista por exemplo, é fundamental para os casos que não melhorem com medidas para o refluxo.


Existe algum exame que possa dar indícios que a causa da tosse seja a DRGE?


Durante a avaliação da doença do refluxo podemos solicitar complementares como a endoscopia digestiva alta, pHmetria e manometria esofágica, além da impedancio-pHmetria. Através destes métodos complementares buscamos sinais de refluxo patológico (como por exemplo esofagite erosiva, períodos de refluxo prolongados durante o dia e até mesmo no sono), alterações na motilidade do esôfago (consequentemente dificultando a condução do bolo alimentar até o estômago) e até mesmo defeitos anatômicos (como a hérnia de hiato por exemplo).


O tratamento da DRGE visando o controle da tosse só é feito com medicamentos?

Não! O tratamento da doença do refluxo tanto para sintomas típicos quanto atípicos (tosse por exemplo) se dá também através de medidas comportamentais, individualizadas pelo médico a cada paciente, como por exemplo: perda de peso se obesidade ou sobrepeso, ou impedir ganho adicional; controle de alimentos que contenham mais gorduras, condimentos , cítricos, café, chocolate, bebidas alcoólicas e gaseificadas; evitar refeições com grande quantidade de comida e se deitar por duas horas após as refeições; parar de fumar; evitar roupas apertadas; Não comer antes das atividades físicas.

A duração e dose do tratamento é a mesma para DRGE com sintomas típicos (sem tosse)?

Não. Nos casos de sintomas atípicos deve-se usar medicamentos em doses maiores, em alguns casos em dose mais alta e por um período maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *