De acordo com as normas do Conselho Federal de Medicina (CFM), médicos com especialização registrada em Endoscopia Digestiva, podem se anunciar como endoscopistas. Essa é a especialidade médica que realiza a colocação, manutenção (no caso de balões ajustáveis) e a retirada de balão intragástrico. No entanto, é fundamenta o acompanhamento do tratamento com uma equipe de várias áreas, como gastroenterologista, endocrinologista, psiquiatra, nutrólogo, nutricionista, psicólogo,  profissional de educação física, entre outros. Uma vez que a dificuldade de perder peso geralmente tem várias causas, o tratamento deve necessariamente ser personalizado para ter resultados a longo prazo.

O balão intragástrico é uma grande ajuda para emagrecer, mas se o tratamento não continuar após a retirada do balão, a chance é maior de voltar a engordar. É necessário realizar acompanhamento periodicamente, com consultas, exames e checagem dos resultados. Desse modo, os resultados tendem a ser mais efetivos e duradouros.

QUAIS EXAMES SÃO NECESSÁRIOS ANTES DA COLOCAÇÃO DO BALÃO GÁSTRICO?

Ao contrário da cirurgia bariátrica convencional, o balão intragástrico, por ser um procedimento minimamente invasivo, não necessita de muitos exames antes da sua colocação. 

Cada caso é avaliado em consulta médica. O médico realiza anamnese e uma investigação de saúde e histórico familiar e faz uma breve entrevista sobre os desejos de cada paciente com relação ao balão. Normalmente, são indicados exames laboratoriais, para descartar problemas de saúde preexistentes. De acordo com o médico assistente, pode ser indicados outros exames como endoscopia digestiva e ultrassonografia abdominal.

Para pacientes mulheres em idade fértil, pode ser solicitado um exame beta HCG, para descartar a existência de gravidez. Gestantes não podem realizar tratamento com balão gástrico!

É PRECISO ALGUM PREPARO ESPECIAL ANTES DE COLOCAR O BALÃO?

Salvo caso em que seja necessária uma preparação especial, o implante do balão intragástrico exige somente jejum prévio de oito horas. 

Nos dias que antecedem o procedimento, é recomendado adotar uma alimentação leve.. Isso é importante para dar uma espécie de descanso à musculatura do estômago, que precisará de um tempo para se adaptar a um corpo estranho, o balão, dentro dele.

CUIDADOS PARA A RETIRADA DO BALÃO GÁSTRICO

Para o reajuste e a retirada do balão, a dieta deve ser 100% líquida e livre de resíduos por vários dias, de acordo com a avaliação do seu médico e nutricionista. Essas indicações servem para ajudar o esvaziamento do estômago e para evitar que haja restos de alimentos que possam atrapalhar e trazer riscos durante o procedimento. 

O balão intragástrico é um procedimento muito seguro e que apresenta baixo risco de complicações. Porém, por se tratar de um procedimento endoscópico, é fundamental que se busque orientação e os serviços de um médico de confiança. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *