Sentir a barriga inchada e dura e ter a impressão de que o abdômen está
constantemente estufado é um incômodo bastante comum. Além do desconforto, esse problema traz, ainda, uma preocupação estética. Afinal, ninguém se sente bem com a barriga marcando a roupa.

Nem sempre, o inchaço na barriga é sinônimo de sobrepeso ou obesidade. Muitas vezes, ele é somente o reflexo de uma série de maus hábitos e pode ser corrigido com algumas mudanças simples na rotina.

Antes de tratar das causas e saber o que fazer para diminuir a sensação de
desconforto causada pela distensão abdominal, é importante ressaltar a
importância de buscar ajuda médica sempre que houver dor ou outro sintoma persistente.

CAUSAS DE INCHAÇO NA BARRIGA

Em geral, barriga inchada e desconforto abdominal são sinais de má digestão, que pode causar gases; má alimentação (dieta pobre em fibra); e grande quantidade de alimentos ingeridos em uma refeição. Porém, a distensão abdominal pode ser sintoma de alguma doença ou intolerância alimentar, como:

  • Síndrome do intestino irritável;
  • Intolerância à lactose;
  • Intolerância à frutose;
  • Super crescimento bacteriano no intestino delgado;
  • Reações a determinados medicamentos;
  • Ascite (acúmulo anormal de líquidos);
  • Cistos ou tumores abdominais;
  • Doença celíaca;
  • Insuficiência pancreática;
  • Constipação intestinal.

5 DICAS PARA COMBATER O INCHAÇO ABDOMINAL

1 – Coma mais frutas e verdura

Incluir vegetais frescos e, de preferência in natura (quando possível) na dieta ajuda na digestão e no funcionamento do organismo.

2 – Beba mais água

A água auxilia no processo digestivo. O ideal é se manter sempre bem hidratado, em pequenas porções, evitando tomar muita água durante ou após as refeições – essa quantidade varia de acordo com o organismo, com o nível de atividade de cada pessoa e com as condições climáticas.

3 – Evite alimentos de difícil digestão, que possam causar gases

O excesso de gases é uma das causas mais comuns de inchaço e dores
abdominais. Por mais estranho que possa parecer, há muitas pessoas que dão entrada em pronto-socorro por causa de dores causadas por gases.
Na lista de alimentos e bebidas que podem provocar gases, estão: refrigerantes, cervejas e outras bebidas gaseificadas; feijão; queijo; carne vermelha; alimentos processados. O ideal é reduzir o consumo desses alimentos e bebidas e evitar ingeri-los em uma mesma refeição.

4 – Coma mais fibra

Além dos vegetais, é importante colocar outros alimentos ricos em fibra no
cardápio. Troque pães e massas feitos com farinha refinada pela versão integral, que ajuda a regular o intestino, evitando a sensação de estufamento na barriga.

5 – Faça exercícios físicos diariamente

Atividades físicas devem ser realizadas todos os dias, por pelo menos 30
minutos. Preferencialmente intercalar as atividades aeróbicas, como caminhadas e ciclismo com exercícios de resistência muscular, como musculação e pilates.

Se as dores e inchaços na barriga persistirem mesmo após essas mudanças,
procure um médico!

Dr. Eduardo Nobuyuki Usuy Junior

32 opiniões sobre “Você sofre com inchaço na barriga? Conheça as razões mais comuns e saiba como diminuir o estufamento e a distensão abdominal”

    1. Maria, assim como você sofria de tudo isso. Há uma semana comecei uma dieta para controlar o refluxo, indicada pela nutricionista. Estou me sentindo a pessoa mais feliz do mundo! Resolve mesmo!

  1. Estou com estufamento a dias. Tenho uma boa alimentação, sou magra e mesmo se estiver de jejum, a barriga parece de grávida. Não sinto nenhuma dor, mas esteticamente esta me afetando muito.

    1. A distensão abdominal pode ter várias causas, a mais comum é constipação intestinal. Assista os vídeos que eu falo sobre isso: youtube.com/c/dreduardousuyjr Marque uma consulta se não melhorar após seguir as recomendações dos vídeos.

        1. Olá, Carlene, sentir dor assim não é normal. Se não melhorar mesmo com as dicas do artigo, procure um médico especialista! Segue o link de um vídeo que pode te ajudar também: https//youtu.be/2KEpU48whAs

      1. Estou com sintomas parecidos aos relatados aqui… muitos tem dito que se caracteriza como sequela da covid 19 ou mesmo a água que estamos bebendo. Tenho comido pouco, faco exercícios físicos e bebi bastante água. É bem desconfortável

  2. Bom dia meu nome é Renaldo tenho 50 anos meu abdômen fica duro e inchado não tenho dor mas é muito desconfortável , que BB posso fazer?

  3. Estou com o abdomen superior inchado, estou sentindo náusea, desconforto, sensação de cheio, ânsia de vômito, até ao beber água me sinto mal.

  4. Tenho esteatose leve, mas tomo fenitoína de 100mg 2×por dia, há 23 anos. O que vc me indica fazer? Por favor me ajude. Tenho uma distensão abdominal, muito forte, a barriga fica enorme e dura, mas não sinto dor. Por favor me oriente, não sei mais que exames fazer, qual remédio tomar. Já passei em várias especialista, mas ninguém descobre. Obrigada.

  5. Ola tive problemas de intestino a 1 mes barriga incho derrepente tive muitos gases refluxo e dor no peito e pontadas na barriga.
    Em 1 semana melhorei, agora a minha barriga continua inchada parece de grávida e tenho que toma cha para ir no banheiro.
    Sinto mechidas na barriga e não estou gravida e me sinto muito inchada.

  6. Olá alguns dias estou com dores abdômen sensação inchado náuseas e dores fortes barriga parecendo que estão impressionado boca estômago

  7. A muito tempo q sinto um incômodo da barriga ela fica muito inchada sinto ima dor leve como fosse cólica e tbm sem apetite pra comer algo incomodando minha respiração ñ sei oq isso por favor me ajude.

  8. Olá boa tarde! Estou com sensação de estufamento na barriga a bastante tempo. Parece que comi muito, só que não. Me causa vários mal estar. Não sei o que fazer

  9. Olá. Independente do alimento que eu coma, após, fico com um estufamento muito grande, ânsia de vômito (chega a subir na garganta, quase me engasgo as vezes) e dores fortes na barriga. Essa dor não é permanente, direta, sinto ela todos os dias mas, vai e volta. Sobre o estufamento, as vezes ele fica tão desconfortável que acabo ficando cansada como se tivesse ocorrido, parece que atrapalha o diafragma ou pulmão.
    Não cortei o café porque preciso dele de certa forma, a minha pressão normal é 10/60, quando não tomo um café forte ela cai para 80/50 (Sempre foi assim as quedas de pressão, descobri isso em 2017.)
    Infelizmente no posto de saúde só me mandam fazer exames de sangue e nada consta. A médica diz que se eu sentir muita dor devo ir em uma emergência mas as dores não são permanentes. A sensação é como se tivesse uma corda amarrada na cintura, sendo apertada. Depois ela passa. O que devo fazer nesse caso?

    1. Bom dia Sra Isabel!
      O mais indicado, devido as suas dores, seria procurar um médico gastroenterologista para fazer uma investigação mais detalhada dessa sua dor crônica.
      Aqui no meu canal tem um vídeo informativo que explica um pouco sobre o assunto. https://www.youtube.com/watch?v=2KEpU48whAs
      Se preferir, é só entrar no nosso agendamento online e marcar uma consulta de avaliação.
      Obrigado pelo contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *