cápsula endoscópica

A cápsula endoscópica é um dispositivo utilizado para a realização da enteroscopia por cápsula ou videocápsula. Trata-se de um exame em que o paciente engole uma microcâmera encapsulada e esse dispositivo registra imagens do tubo digestivo até o momento em que é eliminado. As fotografias tiradas pela microcâmera são enviadas para um gravador / receptor, que deve permanecer na cintura do paciente durante todo o procedimento.

A principal vantagem da cápsula endoscópica é a possibilidade de visualizar o intestino delgado, e outros segmentos do tubo digestivo dificilmente acessíveis pela endoscopia convencional ou pela colonoscopia.

QUAIS AS INDICAÇÕES DO EXAME POR CÁPSULA ENDOSCÓPICA?

A enteroscopia por videocápsula é recomendada para:

  • Avaliar e identificar a causa de hemorragia gastrointestinal quando a
    endoscopia digestiva alta ou a colonoscopia foram inconclusivas;
  • Visualizar áreas inflamadas do intestino delgado para diagnóstico e/ou
    classificação da doença de Crohn e outras doenças inflamatórias intestinais;
  • Diagnosticar de tumores do intestino delgado;
  • Diagnosticar e monitorar doença celíaca;
  • Rastrear de pólipos do intestino delgado;
  • Auxiliar no diagnóstico de alterações descritas em exames de imagem (TC ou ressonância).

COMO O PACIENTE DEVE SE PREPARAR PARA O PROCEDIMENTO? COMO É FEITO O EXAME?

Para a realização do exame com cápsula endoscópica, é necessário que o paciente esteja há 12 horas em jejum total (alimentos e líquidos) e, após deglutir a cápsula endoscópica e colocar o colete ou cinta com os receptores, deve retornar às atividades normalmente, evitando somente a prática de exercícios físicos ou atividades que possam interferir no funcionamento do receptor. Duas horas após engolir a cápsula, o paciente pode ingerir líquidos límpidos e de cores claras (sem corante). Após quatro horas, é permitido fazer um lanche leve.

A deglutição da cápsula e a colocação dos receptores pode ser feita em ambiente hospitalar (ambulatorial) ou no consultório médico. Cabe ao médico avaliar as necessidades de cada paciente. A cápsula é quase do tamanho de um comprimido, sendo facilmente engolida pela maioria das pessoas. Esse dispositivo capta imagens entre oito e dez horas após ser deglutido, e é eliminado naturalmente nas fezes.

As imagens são enviadas instantaneamente ao receptor, ficando gravadas na memória do aparelho. Essas imagens serão avaliadas pelo médico ao fim do exame. Em alguns casos, o médico pode solicitar uma limpeza intestinal antes do início do exame.

Pacientes que fazem uso de medicamentos devem comunicar ao médico, pois pode ser necessária a suspensão (sempre assistida pelo especialista) ou a alteração do horário durante a realização do exame.

CONTRAINDICAÇÕES DA CÁPSULA ENDOSCÓPICA

A enteroscopia por cápsula endoscópica não deve ser feita por pessoas com as seguintes condições:

  • Oclusão intestinal;
  • Estenoses do intestino delgado;
  • Estenoses esofágicas ou divertículo de Zenker (pois podem impedir a progressão da cápsula);
  • Demência ou pacientes não colaborativos, que não conseguem deglutir a cápsula ou que podem danificar os equipamentos;
  • Gastroparesia severa (deficiência na musculatura do estômago);
  • Gravidez;
  • Pessoas com sintomas que indiquem a existência de obstrução do intestino delgado.

cápsula endoscópica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *