Com o avanço da tecnologia, praticamente todas as profissões passaram (ou passam constantemente) por mudanças nos procedimentos. Na medicina, a tecnologia é responsável por inúmeras evoluções, como novas técnicas cirúrgicas, exames mais precisos, medicamentos cada vez mais eficientes, e o atendimento médico on-line. A telemedicina se caracteriza pelo uso de tecnologias que permitem consultas e ações médicas a distância, em ambiente virtual.

A telemedicina foi regulamentada por lei federal como estratégia de enfrentamento da pandemia de coronavírus, pois permite ao paciente ter acompanhamento médico sem a necessidade de colocar-se em risco (a si e a outras pessoas) em salas de espera de clínicas ou hospitais. Além disso, contribui para diminuir a sobrecarga no sistema de saúde, deixando o atendimento emergencial para pacientes que realmente necessitam.

Essa modalidade permite não somente a consulta médica on-line, ela também é bastante usada para:

  • Informar resultados de exames laboratoriais;
  • Publicar e divulgar artigos científicos e casos clínicos para a comunidade médica;
  • Realizar conferências para auxílio de diagnóstico e discussão de casos clínicos de doenças raras;
  • Dar assistência a pacientes crônicos, idosos, gestantes de alto risco ou pacientes com dificuldade de locomoção;
  • Construir banco de dados de referência epidemiológica;
  • Promover ações de prevenção e saúde secundária, disseminando informações sobre tratamentos de doenças;
  • Futuramente realizar cirurgias em tempo real com a utilização de robôs controlados remotamente.

Entre as principais vantagens do uso da telemedicina, citamos:

  • A diminuição de tempo e de gastos, com transporte, por exemplo;
  • Acesso mais rápido a especialistas;
  • Redução dos riscos de contaminação por estar em ambiente hospitalar;
  • Maior eficiência no uso de recursos médicos e hospitalares;
  • Mais agilidade na cooperação e integração de pesquisadores-médicos com o compartilhamento de registros clínicos;
  • Ampliação do atendimento médico em pequenas comunidades distantes de postos de saúde e clínicas médicas em geral.

As consultas virtuais ajudam a ampliar as ações de profissionais e agentes
comunitários de saúde, permitindo a integração de serviços de saúde, localizados em hospitais e centros de referência, possibilitando o atendimento contínuo para prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças.

COMO FUNCIONAM AS CONSULTAS DE TELEMEDICINA NA GÁSTRICA USUY?

A Gástrica Usuy vem oferecendo atendimentos médicos on-line como uma medida de combate à epidemia do coronavírus. Assim, preservamos pacientes, médicos e funcionários, diminuindo a exposição ao risco de contaminação. Essa ação visa, também, contribuir com a redução dos atendimentos em pronto-socorros, evitando a sobrecarga do sistema de saúde, principalmente de Florianópolis e cidades próximas.

As consultas virtuais da Gástrica Usuy são realizadas após agendamento – do mesmo modo que uma consulta presencial. Após o agendamento, o paciente recebe um link (endereço eletrônico) para acessar a videoconferência com o médico.

Conheça a nossa equipe!

Assim como as consultas presenciais, as consultas on-line duram, em média, 30 minutos, mas cabe ao médico dar andamento ao atendimento conforme a necessidade de cada paciente. Ao fim da consulta, o médico avalia, ainda se o paciente precisará de retorno, que pode ser agendado por telemedicina ou presencialmente (também variando de acordo com a necessidade).

[Leia mais: Saiba o que diz a legislação sobre consultas médicas e retornos]

Caso o paciente necessite de remédios, o médico poderá enviar a receita médica, conforme a Portaria nº Nº467 de 2020, do Ministério da Saúde. A mesma Portaria trata da validade dos atestados médicos emitidos em teleconsulta. Caso seja indicado que o paciente e seus familiares entrem em isolamento, serão fornecidos documentos segundo as normas da Portaria nº 356/GM/MS de 2020.

Por fim, é importante esclarecer que, embora apresente inúmeros benefícios para os pacientes, principalmente em tempos em que o isolamento social é fundamental, muitas vezes a consulta on-line não substitui a presencial, em alguns casos, exames podem ser solicitados – para um diagnóstico mais preciso – e o paciente pode ser encaminhado para um pronto-socorro ou pode-se solicitar uma consulta presencial na própria Gástrica Usuy, para que seja feita uma avaliação mais detalhada.

Por essa razão, é indicado que pacientes que residem em cidades do interior, onde não há a presença de especialistas, optem pela consulta virtual em clínicas de cidades próximas à sua, por exemplo, para pessoas residentes em cidades da Grande Florianópolis ou de cidades do interior de Santa Catarina, o ideal é que sejam realizadas consultas por telemedicina em clínicas da capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *