Endoscopia digestiva alta é um dos exames mais indicados para investigar possíveis disfunções e doenças no sistema digestório, como úlceras, hérnias e refluxo gastroesofágico etc. 

O procedimento é muito seguro, feito em ambulatório, com paciente sedado, e tem duração média entre 30 e 60 segundos.

Após a realização do exame, o paciente recebe alta no mesmo dia e pode realizar normalmente quase todas as atividades cotidianas. No entanto, é indicado que sejam tomados alguns cuidados até o dia seguinte.

Leia mais: O que é e para que serve a endoscopia?

O QUE ACONTECE QUANDO TERMINA A ENDOSCOPIA?

Finalizado o exame, o paciente é levado à sala de recuperação, espaço próprio para que se recupere da anestesia. Nesse momento, ele é monitorado por um profissional da equipe de saúde, que atesta sua alta.

O paciente somente pode deixar a clínica quando estiver totalmente acordado e consciente, e é necessário o acompanhamento de uma pessoa maior de 18 anos.

É COMUM SENTIR DOR DEPOIS DA ENDOSCOPIA?

Mesmo sendo um procedimento minimamente invasivo, o paciente pode sentir algum desconforto na garganta (sensação de garganta arranhando ou dor ao engolir saliva).

Algumas pessoas sentem enjoo, náusea e dor abdominal (semelhante a uma cólica), mas esses sintomas não são comuns e tendem a desaparecer em poucas horas. 

Caso persistam, o médico deverá ser informado.

POR QUE É PRECISO TER UM ACOMPANHANTE?

A endoscopia é muito segura, mas para garantir ainda mais a integridade física dos pacientes, principalmente em função da anestesia (que dá sonolência e deixa os reflexos lentos), não se deve dirigir nem realizar atividades que demandam atenção, coordenação motora fina ou força física por 12 horas após a realização do exame.

Pela mesma razão, a legislação brasileira estabelece que o paciente somente poderá sair da clínica médica após a endoscopia se estiver acompanhado por uma pessoa maior de idade e mentalmente capaz.

POSSO BEBER DEPOIS DA ENDOSCOPIA?

Não é recomendada a ingestão de bebidas alcoólicas após a realização da endoscopia, o paciente deve esperar até o dia seguinte.

O álcool é uma substância irritante da mucosa dos órgãos do sistema digestivo, como o esôfago, por onde passa o endoscópio.

Após o procedimento, é comum que a região do esôfago fique mais sensível, e o contato com o álcool pode causar dores. 

Além disso, se houver suspeita de doença do refluxo gastroesofágico, o álcool pode agravar o quadro inflamatório.

POSSO COMER NORMALMENTE DEPOIS DE FAZER ENDOSCOPIA?

De maneira geral, o paciente pode retomar sua dieta normal. Quando houver necessidade de se adotar uma dieta restritiva (alguns casos são avaliados individualmente pelo médico responsável), será avisado ao paciente e ao acompanhante no momento da alta.

No entanto, é indicado que o paciente evite abusos alimentares no dia da endoscopia, para evitar desconforto abdominal. Do mesmo modo, é recomendado que o paciente prefira alimentos leves e neutros nas 12 horas seguintes à realização da endoscopia, e evite a ingestão de alimentos processados, muito condimentados ou ricos em gordura. 


Dr. Eduardo Nobuyuki Usuy Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *