hérnia de hiato

A hérnia de hiato é um defeito da anatomia do esôfago e do músculo da respiração que faz com que o esôfago não funcione muito bem no seu mecanismo para impedir o refluxo. O estômago fica localizado abaixo do diafragma, o qual tem um orifício – o hiato – por onde deve passar somente o esôfago. Em pessoas com hérnia, uma porção do estômago passa pelo hiato, causando inúmeros desconfortos e até dor, em alguns casos.

Há dois tipos de hérnia de hiato:

– Hérnia de deslizamento: É o tipo mais comum, quando a porção superior do estômago e a inferior do esôfago se comprimem acima do diafragma;

– Hérnia paraesofágica: É mais rara, mas também pode ser mais grave, pois há o risco de o estômago se dobrar, causando sangramento e dificuldade para respirar.

SINTOMAS DA HÉRNIA DE HIATO

Na maioria dos pacientes, a hérnia de hiato não causa sintomas, no entanto, em alguns casos, pode haver refluxo gastroesofágico, quando há o extravasamento de ácido estomacal, que causa sensação de queimação e dor. Outros sintomas comuns, que aparecem cerca de 30 minutos após as refeições, são:

– Dor no peito;

– Dificuldade para engolir (disfagia);

– Tosse seca persistente ou pigarro;

– Rouquidão

– Gosto amargo na boca;

– Arrotos;

– Mau hálito;

– Sensação de peso no estômago;

– Náusea.

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO DA HÉRNIA DE HIATO?

Se você apresenta um ou mais sintomas listados acima, procure um gastroenterologista. O médico deverá solicitar a endoscopia a fim de verificar a presença de hérnia hiatal.

QUAL O TRATAMENTO PARA HÉRNIA DE HIATO?           

O primeiro passo é tratar os sintomas e isso normalmente envolve o uso de medicamentos antiácidos. Em alguns casos, pode ser indicada a cirurgia de correção, feita por laparoscopia. Existem tratamentos novos tanto por endoscopia quanto por cirurgia.

O ideal é que o paciente adote medidas a fim de minimizar os sintomas:

– manter uma dieta equilibrada, evitando alimentos processados ou ricos em gordura;

– evitar a ingestão de bebidas alcoólicas;

– não fumar;

– esperar pelo menos duas horas para deitar após as refeições;

– dar preferência a travesseiros mais altos.

*Este conteúdo tem caráter informativo e não substitui a consulta médica.

hérnia de hiato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *