Hoje o assunto que trouxemos pra você são os cinco hábitos que muitas pessoas possuem e que podem levar ao aparecimento ou à piora de hemorroidas. As hemorroidas são causadas pela dificuldade de circulação do sangue de entrar através do ânus e fluir em direção ao abdômen. Elas causam bastante desconforto, além de dor e sangramento. Veja abaixo a lista dos maus hábitos mais comuns e saiba como evitá-los.

Primeiro erro: não tratar a constipação

Você já ouviu falar desse termo? Constipação significa intestino preso, intestino lento. Aqui no blog tem um texto explicando com mais detalhes o que é constipação  e como tratá-la. De qualquer modo, o ideal é que ao evacuar, não se tenha desconforto e que as fezes sejam eliminadas de forma fácil, sem força ou pressão. Se isso está acontecendo, não é normal. O ideal é que as pessoas se sentem no vaso sanitário e evacuem rapidamente sem nenhum problema. Além disso, é importante prestar atenção no formato das fezes, elas devem ser inteiras, como o formato de uma banana, ou uma salsicha, por exemplo, sem partes endurecidas ou ressecadas. Um fator que agrava a constipação é não seguir um tratamento adequado e deixar o intestino ficar muito preso, ou seja, passar vários dias sem evacuar, ter grande dificuldade para só então tomar algum medicamento ou procurar um médico. Resumindo esse tópico, o primeiro erro é não tratar a constipação.

 Segundo erro: fazer muita força para evacuar

O sangue que entra nas veias através do ânus vai ser bloqueado se a pessoa trancar o ar, comprimir o abdômen e fizer força para evacuar por tempo prolongado. Esse sangue vai ficar parado, aquelas veias vão dilatar e vão provocar as hemorroidas. É muito comum as pessoas pensarem que mesmo sem ter vontade de evacuar basta focar e exercer muita força durante um tempo, porém o que acontece é que às vezes não tem fezes ali, pois em certos casos o intestino é muito lento, o bolo fecal ainda não chegou ao reto e não tem o que evacuar, não adianta fazer força. Outro pensamento errôneo é achar que tem que evacuar todos os dias, mas não é verdade. Pode-se evacuar de dois em dois dias e até de três em três. Se não houver desconforto e se as fezes não estiverem endurecidas ou ressecadas, não tem nenhum problema. A maioria das pessoas evacua diariamente, há pessoas que evacuam até mais de uma vez ao dia e está tudo certo se a consistência das fezes estiver normal.

Terceiro erro: ficar no vaso sanitário por tempo prolongado

Hoje em dia é muito comum as pessoas levarem celular para o banheiro – antigamente eram livros ou revistas – e ficam naquela posição sentada, com o vaso comprimindo os membros inferiores, fazendo força por tempo prolongado. O problema nesse caso é que às vezes esquecem que estão ali, distraindo-se com seus smartphones por mais tempo do que o necessário. Esse hábito vai levar ao aparecimento ou à piora das hemorroidas. O vaso deve ser utilizado por cinco minutos: se você sentou, concentre-se no ato de evacuar e, se não conseguiu, levante-se e saia. Quando sentir vontade novamente, volte respeite os sinais do seu organismo, não segure a vontade de evacuar.

Quarto erro: usar papel higiênico

Parece estranho, mas sim: ele é usado para realizar a higiene, porém não limpa tão bem quanto a água e o sabonete. Sempre que possível, principalmente para quem já sofre com hemorroidas, o indicado é lavar a região porque podem aparecer saliências tanto pelas hemorroidas como por cicatrizes, isso muitas vezes dificulta a higiene, favorecendo a proliferação de bactérias, e causa irritação no local. Por isso, é importante destacar: o mais apropriado é limpar a região com água e sabonete após a eliminação das fezes. Pode-se utilizar o papel higiênico para fazer o asseio inicial ou apenas quando não tiver acesso à ducha.

Quinto erro: não ir ao médico

Esse erro é o mais comum por dois motivos: pelo fato de a hemorroida ser um problema bastante corriqueiro, e porque as pessoas, mesmo incomodadas, conseguem conviver com o problema durante um bom tempo. Nesse caso específico, demorar para iniciar o tratamento pode trazer uma complicação maior, pois a hemorroida, em algumas situações, talvez seja sinal de outra doença e a demora no diagnóstico sempre é um agravante no tratamento. Deve-se iniciar um acompanhamento com especialista (de preferência um proctologista ou gastroenterologista), sobretudo quando a hemorroida tiver um grau avançado e causar um desconforto intenso.


Se você sofre com esse problema e quer tratá-lo, marque uma consulta ou agende um exame! Nós da Clínica Gástrica Usuy podemos te ajudar. Entre em contato conosco através dos nossos canais de atendimento.

Acompanhe também as redes sociais da Clínica! Instagram @clinicagastricausuy e Facebook Usuy Clínica Médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *